sábado, 10 de outubro de 2009

PEROBA (?) À LUZ DA TARDE


Foto by Fernando Campanella


Em minha postagem sobre a Peroba-branca, de alguns dias atrás, relatei como vim a saber o nome de minha companheira de caminhada de longa data. Procurei identificar através de sites especializados a veracidade da informação que um pescador me passou. Realmente a àrvore da foto assemelha-se a uma Peroba.

Porém, não satisfeito, em subsequentes caminhadas continuei indagando a transeuntes no local sobre o nome da mesma. Obtive outras respostas: alguém disse tratar-se de uma Samoa Ornamental, outro, de uma Tarumã, e ainda outro, de uma Pereira.

Creio que posso descartar as possibilidades quanta a árvore em questão ser uma Tarumã, ou Pereira: as fotos que vi destas em nada condizem com a imagem da foto. Quanto à Samoa, nada encontrei sobre essa árvore, desconhecida por mim, na Internet.

Fica o impasse. Peroba? Por enquanto fico com esse nome. Uma identificação , ou até uma confirmação, sobre a mesma seriam muito bem-vindas.

Mas o mais importante é um pouco desta luz da tarde que captei sobre a árvore. Luz indecifrável diante da qual as palavras se recolhem.

Fernando Campanella

8 comentários:

  1. Fernando, não se inquiete. Que importa se é uma peroba ou não? Isso não muda a beleza da árvore e da luz que brilha sobre ela.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Campanella, olhando de longe, da foto, parece uma perobeira. Mas sou ovelha negra da família, me meti a estudar. Meu pai ou meus dois irmãos (mais de dez anos mais velhos que eu, e que continuaram vivendo integrados à terra a vida inteira) poderiam dizer se sua peroba é peroba ou não. Aprendi com eles, porém, que não é tão importante o nome, mas a resistência da árvore, a sua beleza - eu diria que que se poderia ver nela, árvore, uma beleza interior. A peroba era familiar na minha infância, faz tanto tempo. Mais um pouco, talvez muito pouco, eu saberia reconhecê-la. Ainda sou capaz de amá-la.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Uma Tarumã,Pereira,Samoa ou Peroba não importa, Poeta...ela é simplesmente linda e
    Lindo vc. também...com este amor a natureza ...ótimo domingo...bj

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, Sônia e Dione. Shakespeare nos diz algo mais ou menos assim: "o que há em um nome? Perderiam as rosas seu perfume se lhes chamássemos por outro nome?" Então, Peroba, Samoa, Tarumã... o que importa? Deixemos a incubência de denominá-las para os biólogos. (Mas eu gostaria muito de saber de que árvore se trata, rs...)

    Obrigado também, Brandão, realmente as pessoas do campo devem conhecer o nome das árvores, pois estas são de seu convívio. Nós somos meros urbanos, meio perdidos entre compromissos de sobrevivência, consumo, etc. Gostei do nome 'Perobeira', que não conhecia. Mas uma coisa é certa, amemos as árvores, e espalhemos esse amor para todo o universo, e que uma consciência cresça, mais e mais, para que não as eliminemos de nosso espaço, elas são nossa primeira mãe, eterna. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Concordo com todos... nossa bio-diversidade causa essas confusões muito comumente.Peroba ou não a tua companheira é muito bela. Continue fotografando e partilhando conosco!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. eu ja vi a arvore peroba creio eu que nao e peroba as folhas da peroba sao pequenas

    ResponderExcluir
  7. Obrigado, Anônimo, talvez não seja uma Peroba mesmo, precisaríamos de alguém especializado para nos dar a informação. Mas não esqueça de que existem várias espécies de Peroba. E o senhor que me passou a informação enfatizou que esta árvore foi protegida por ser uma Peroba, com madeira de lei.
    Obrigado pela visita, vou procurar averiguar o verdadeiro nome desta árvore.

    ResponderExcluir