sábado, 16 de novembro de 2013

PRIMEIROS TRABALHOS


De repente, este espaço vazio,
vozes sumindo, o vento sussurrando
em folhas...

De repente, a memória das palavras,
imagem e som em filigranas...

(tua possibilidade espiada 
entre frestas de janelas e portas)

Num lance de dados
te encontro, te acaricio, doce poesia...

Filtro emoções, recomponho o universo,
só, feliz, repentinamente...

(Fernando Campanella, 1982).

O poema de 1982  e a foto de 2007 acima foram dos primeiros trabalhos que fiz em poesia e fotografia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário