quinta-feira, 9 de abril de 2009

DA PÁSCOA


Foto by Fernando Campanella


Porque para ressuscitar um Deus
não se prescrevem datas
(o divino brota
quando se rompem couraças)

e porque os símbolos, os mitos
são do humano a ceia mais farta,
peço-vos licença, Senhor de minha estória,
para à vossa mesa sentar-me,
com minha nudez
e toda fome de minha alma
inglória.

Fernando Campanella

9 comentários:

  1. Em repeteco... merecidamente!

    Adoreeeeeeeeeeei... a dupla composição.
    Viu, como deu certo compor suas próprias criações? (formatá-las).
    Devia fazer mais isso querido, e espalhar por aí...
    É mais gostoso receber os poemas das mãos do autor.
    Não tem preço!
    Bj GRDE!

    *Mari*

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Mari, magnifico, adorei a bela postagem e a linda foto!! Perfeição total, grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. Porque Ele andou descalço e morreu quase sem roupa, porque teima a Igreja Católica em querer ser mais rica que os ricos?

    Esta é uma verdade que não gostam que se diga, mas os caminhos do Senhor não foram realmente por mesas fartas...

    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, Mari. Comecei a escrever primeiro. Depois fui atrás das imagens. De alguma maneira, as duas vertentes, poesia e fotografia, se cruzam em minha alma, daí a possibilidade da união nas formatações que faço. Obrigado pela visita. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado, Antônio, poesia e fotografia são meios de expressão que adoro e procuro harmonizar em criações neste blogger. Grande abraço, obrigado pela constante e imprescindível visita.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Menina, minha nova amiga. Obrigado pelo comentário... a mensagem de Cristo é o grande ensinamento dos grandes mestres espirituais da humanidade. É no simples, no despojado, no adentrar a alma que encontramos todo o segredo para a serenidade. Apareça mais vezes por aqui. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Uma dádiva este poema... o sentir-se pequenino diante do grande mistério da Encarnação e Ressurreição de Cristo foi muito bem traduzido por aqui...

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Obrigado, Flor, senti falta de tua visita por aqui. Gosto muito deste poema, atinge o sagrado por outras vias, o sentimento do divino que habita dentro de nós. Grande abraço, fico muito feliz com tua visita.

    ResponderExcluir