segunda-feira, 21 de setembro de 2009

A SENHORA DAS FLORES


Foto by Fernando Campanella

Está agendado lá no calendário: dia 22 de setembro de 2009, precisamente às 18h19, ela chega, a senhorinha das flores. Vem um pouco adiantada neste ano, visto que oficialmente deveria aparecer no dia 23 de setembro.

É uma senhora vetusta, mas obstinada e dura na queda, sempre atuante entre os equinócios de primavera e os solstícios de verão. Tão velhinha, sim, porém sempre aprumada, aromática, a trazer no rosto, por sobre as espessas rugas, um mais suave tom em carmim.

Tão prestimosa, não obstante a concreta frieza das cidades e a dureza dos homens.

Tão dinâmica, um espetáculo de vitalidade e vibração, colocando muitos jovens no chinelo. Nem bem chega e já derrama as chuvas, põe a trabalhar os campos e os jardins. Guarnece os caminhos e os canteiros de margaridas campestres, gérberas, jasmins, manacás... Espeta as abelhas e as borboletas preguiçosas. Espanta os filhotes de pássaros das cornijas, instruindo-os a voar.

E tão invasiva, essa anciã: escancara minhas janelas, arregaça minhas mangas, botando -me a espanar as teias, a varrer as folhas residuais do inverno. E ainda faz mote de meus ares introspectivos, de minha ficção outonal.

No dia 22, às 18h19, pois, ela chega, deliciosamente incômoda, assertiva, anunciando que com ela não tem tempo frio, nem árvores secas.

E novamente trará seu antigo, imenso barco onde me acomodará. Içará então as velas, e com seu invejável fôlego me tornará redivivo, despachando-me para mares do sul com seus luminosos jardins de coral.

Fernando Campanella


17 comentários:

  1. 'E tão invasiva, essa anciã: escancara minhas janelas, arregaça minhas mangas, botando -me a espanar as teias, a varrer as folhas residuais do inverno. E ainda faz mote de meus ares introspectivos, de minha ficção outonal.'

    My brother in soul, que sonho, que lido texto, deixei-me levar como se estivesse sendo conduzida pelo aroma da primavera!
    Parabéns!
    Um grande e fraterno beijo.

    ResponderExcluir
  2. Belíssima crônica, Campanella. A Senhora das Flores, que título bem bolado! O texto todo foi bem bolado, bem elaborado. Um frescor de primavera, de orvalho doce sobre as flores de madrugadinha.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Esta Senhora que todos os anos se espera e com um toque mágico vai tecendo nossos caminhos de flores e perfumes, demais... Esta senhora carrega o dom de fazer os anos mais felizes! Belo!! Bravo! Demais tua crônica! Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oiiiiiiiiiii... queridito!

    Só vi agorinha sua bela crônica.
    Ai que linnnnnnnndo...
    Fiquei encantada com tantos detalhes descritos,
    tanta disposição, perfumes... e o poder de sedução...
    Que sonhorinha encantadora!
    E o seu poeta, então?
    Um menino descrevendo um dos seus brinqueditos favoritos.
    Rsrsrsss...

    *Mari*

    ResponderExcluir
  5. Boa noite,Poeta...que venha esta doce senhora para colorir nossos dias.Lindo texto...Parabéns!bjs

    ResponderExcluir
  6. Fernando,

    apresentaste esta "senhorinha" tão bem que já me sinto íntima... andando de mãos dadas com ela. Vou já já espalhar mais sementes pelos campos...

    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Belo este texto sobre a chegada da Senhora das Flores tão primaveril,"tão prestimosa, não obstante a concreta frieza das cidades e a dureza dos homens". A fotografia é linda a condizer com a alegria dos campos e com a esperança nos nossos corações.
    Retribuo o abraço, meu amigo.
    E um beijo.

    ResponderExcluir
  8. Belíssimo, querido poeta, a senhora das flores seja sempre bem vinda, com suas cores, perfumes e muita alegria e esperança em nossos corações.
    Beijo

    Nira

    ResponderExcluir
  9. PERFEITA FERNANDO. ESSA VELHA SENHORA DAS FLORES, PRESTIMOSA, ATIVA, COM ELA NÃO TEM MESMO TEMPO FRIO NEM ARVORES SECAS. MEXE COM INTERIOR E ALMA DE TODOS NÓS E DÁ-NOS NOVO ÂNIMO.
    ABRAÇOS.
    HELOISA

    ResponderExcluir
  10. A Senhora das Flores...

    Fernando, a alma em flores dentro deste teu jardim de primavera, somente uma alma poeta para sentir e compreender a outra!
    Tem um convite para você lá na minha casinha,
    Espero você!
    Efigênia Coutinho

    ResponderExcluir
  11. Bem vinda Senhora das Flores!

    Que possamos embarcar neste teu barco e navegar por teus luminosos jardins de coral...

    Fernando, muito lindo este teu texto, parabéns!

    Teu cantinho é de uma sensibilidade que "toca" fundo na Alma da gente!

    Voltarei mais vezes,
    Bjs

    PS: te li lá na Dalva do Infinito Particular e agradeço a ela pela partilha.

    ResponderExcluir
  12. Olá Fernando, adorei o teu blog, lindos posts e belas imagens...parabéns.

    ResponderExcluir
  13. Todas estações são lindas mas a primavera nos enche de cores e a suavidade do perfume que delas exalam,sempre bom vir aqui.Desejo-lhe um final de semana iluminado.beijos com carinho.Lia...

    ResponderExcluir
  14. Uma primavera de alegrias e poesias

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pela beleza do texto. Trouxe mais encantos para a minha primavera.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Bella la primavera, ora da noi arriva
    l'autunno invece!!
    Bella poesia e foto!
    Primavera Beleza, agora vamos começar
    Outono em vez!
    Belo poema e imagem!
    Christian Ferretti

    ResponderExcluir