quarta-feira, 3 de março de 2010

EFEMÉRIDES (MARÇO)


Embaúba ainda jovem, ao centro.
Foto by Fernando Campanella

Março abre os cômodos da casa.
Chegam formigas, pulgões, macacos
e nas embaúbas se instalam.

Preguiças úmidas, prateadas
também em mim se hospedam
em simbioses mais raras.

Fernando Campanella




O vídeo acima apresenta a composição 'Dream' do músico norte-americano John Cage (1912-1992).

Segundo o site 'UOL EDUCAÇÃO', Cage, com suas concepções artísticas, rompeu com toda tradição musical. O compositor criou um sistema atonal próprio e introduziu o silêncio como parte fundamental de suas criações. Em sua peça 4'33'' , por exemplo, um pianista inicia seu concerto onde não há nenhum som. apenas o ruído ambiente, os espectadores ouvem o som que emitem.

Em 1939 criou o 'prepared piano' (piano preparado) 'em que utiliza cortiças, pedaços de madeira, de papel e outros materiais entre as cordas do piano, transformando-o numa orquestra de percussão. Criou peças de concerto também para o novo instrumento'. (Site 'UOL EDUCAÇÃO)

Aclamado por Augusto de Campos como músico-poeta-pintor, John Milton Cage teve um espírito revolucionário, investigativo, adepto do Zen-budismo, entusiasta do poeta norte-americano Walt Whitman.

Poema de Walt Whitman:

Uma criança disse, O que é a relva? trazendo um tufo em suas [mãos;
O que dizer a ela?... sei tanto quanto ela o que é relva.
Vai ver é a bandeira do meu estado de espírito,
[ tecida de uma substância de esperança verde.

Vai ver é o lenço do Senhor ,
Um presente perfumado e o lembrete derrubado por querer,
Com o nome do dono bordado num canto pra
[que possamos ver e examinar , e dizer
É seu?

(Walt Whitman, Canção de Mim Mesmo, trecho do 'Folhas das Relvas, tradução de Hilda Hilst)

Obs. O poema acima foi encontrado no site 'Poesia.net - Carlos Machado, 2006)

Palavras de Cage:

"Quando eu era jovem, um de meus professores costumava se queixar de que assim que eu começava uma música, já a encaminhava para o final. (...) Eu introduzi o silêncio. Eu era um solo - digamos assim - no qual o vazio podia crescer."

Fontes:
1) UOL EDUCAÇÃO
2) WIKIPEDIA
3) Poesia.net, Carlos Machado, 2006

8 comentários:

  1. Eu gosto do mês de Março. Por aqui é o mês em que começa a primavera e os campos reverdecem de novo. Gostei do teu poema e do poema de Walt Whitman.
    Gostei de te ver numa fotografia que me mandou o D'Angelo. Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Gosto das tuas fotografias expressivas, gosto do teu Português do outro lado do mar que se abraça a autores de língua inglesa!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  3. Excelente postagem.
    Essas tuas lindas imagens me fazem gostar ainda mais de março. Gosto tanto desse mês que nele nasci; e meu filho também.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Aplausos, Campanella. A identificação com a natureza, a segurança nos versos, dominando as palavras simples.
    Cage diz bem: inventou o silêncio. Gosto de Whitman, mas Whitman às vezes fala demais. É preciso o silêncio para se ouvir a relva.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Sem palavras para comentar a riqueza deste post... A embaúba e a música de Cage entrelaçam-se intimamente, e o poema de Whitman é um achado!

    Bjs.

    ResponderExcluir