segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

ESTRELAS HÃO DE LEMBRAR


Foto by Fernando Campanella


O mar me ultrapassa.
Mas ondas haverão de contar
Aos ouvidos que lá pousarem
Que um dia sonhei no mar.

O céu não vai se importar
Quando eu monge de meu hábito partir.
Mas estrelas enquanto restarem
Hão de lembrar
Que um dia me puseram feliz.

A terra , é fato, há de me subtrair.
Mas a árvore que me deitou raiz
E as cores
Que em meu tempo colhi
Estas eu levo comigo
Ninguém há de tirá-las de mim.

Fernando Campanella

10 comentários:

  1. Como são belos os dias
    Do despontar da existência!
    _ Respira a alma inocência
    Como perfumes a flor;
    O mar é lago sereno,
    O céu _ um manto azulado,
    O mundo _ um sonho dourado,
    A vida _ um hino d´amor!

    Casimiro de Abreu

    QUERIDO!

    Não sabe o quanto fiquei feliz por você ter
    finalmente tomado coragem e criado seu PRÓPRIO
    CASTELO. Sei q em sua mente já estava CRIADO,
    agora tornou-se REAL. Ñ sei de qtas pessoas ouviu o mesmo q ouviu de mim... Sabe? Sobre aliar as imagens aos belos poemas, os dois da sua criação. Vou usar a expressão do meu sobrinho, q traduz diretinho... rsrs...
    _Demorôooooooooooooooo... !!!
    Nós, os seus amigos e leitores é q estão ganhando com isso.
    Sucesso e muita, mas muita inspiração!
    Me convide SEMPRE, viu?
    Bjusssssss......

    *Mari*

    *.*

    ResponderExcluir
  2. Meu querido amigo das mais lindas Minas gerais
    Quanta saudade me dá vento essas paisagens, que me são tão queridas!
    Obrigada sempre, pelo seu carinho com essa eterna aprendiz da vida e da poesia
    beijos

    Ceição Bentes

    ResponderExcluir
  3. Primo querido, logo de início me deparo com essa maravilha singela e comovente... há muito de beleza que ler, ver, irei aos poucos, matando as saudades suas nos seus versos. Meu carinho e admiração, meu primo querido!
    Ah, que lindas palavras da minha doce Ceição...
    Juarez

    ResponderExcluir
  4. Fernando, adorei!
    Esse eu não conhecia, e olha que existem 92 postagens suas em meu blog!
    Que maravilha! Vou 'raptá-lo', para mim!
    Agradeço por mim e por todos, que agora terão essa bela oportunidade de te encontrar mais de perto!
    Grande e fraterno abraço.

    ResponderExcluir
  5. Maravilha, vejo esse poema como se fosse uma canção! Parabéns!!!! Esse blogger promete trazer a nossos olhos e nossa alma, o melhor de vc, grande poeta!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigado meus amigos, Mari, Juarez, Antonio Carlos e Madalena, pela visita aqui em meu cantinho poético. Voltem sempre, preciso de vcs aqui. Ah, Madalena, sinta-se à vontade em transferir algum poema que goste lá para teu maravilhoso blogger, afinal, vc sempre recebeu de coração aberto toda minha criação.

    ResponderExcluir
  7. Ah, obrigado tb a vc, Conceição, pela maravilhosa presença aqui, vc que tanto ama Minas Gerais. Venha sempre matar a saudade da terrinha.

    ResponderExcluir
  8. amigo,eu estou me achando muito chique de ter a oportunidade de opinar de algo a seu respeito...
    me faltam palavras, sei que sou feliz por ser sua amiga,e por estar acompanhando o princípio de seu sucesso.Tenho certeza de ser esse, apenas um lindo começo...
    mas não vá tão longe...queremos vc por perto.Parabéns e obrigada por ser meu amigo.

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigado, Lúcia, estou muito feliz com tua visita e teu carinho aqui. Que nossa amizade perdure em vibração e alma.

    ResponderExcluir