domingo, 29 de março de 2009

STAINED GLASS


Foto by Fernando Campanella

Listen ( Ouça):
l) Coro Capella Sistina

http://www.youtube.com/watch?v=D1RCT8Cliys&feature=related

2)Buddhist chant - Shingon

http://www.youtube.com/watch?v=A1evxMA7yYw&feature=related


Why do I write?
Why do I sometimes
into my hands clasp the light
only to spread it,
a thousand gasping wings
probing the sideless skies -

and the universe
suddenly dresses bright
and a stained glass
in a chapel
then reflects
my heart…

Fernando Campanella


VITRAIS

Por que escrevo?
Por que em minhas mãos
às vezes a luz retenho
apenas para estendê-la -
mil asas ofegantes
sondando os céus
sem beirais –

e de repente o universo
se faz luzente
e uma capela
reflete então
meu coração
em seus vitrais...

Fernando Campanella

9 comentários:

  1. Concordo com a Vita, maravilha pura!!! A foto, o poema, os vídeos! Superando sempre... Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, minha querida Dione. Sinto falta de teus recadinhos aqui pois sinto que se agrado meus amigos no que escrevo, então estou indo bem, rs.... Vcs são o termômetro de minha qualidade poética, só que neste caso quanto mais alta a febre de inspiração, melhor, rs... Grande abraço, minha amiga.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, Antonio Carlos, vc é um grande incentivador. Adoro tua visita aqui. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Razão de ser

    Escrevo. E pronto.
    Escrevo porque preciso,
    preciso porque estou tonto.
    Ninguem tem nada com isso.
    Escrevo porque amanhece,
    e as estrelas lá no céu
    lembram letras no papel,
    quando o poema me anoitece.
    A aranha tece teias.
    O peixe beija e morde o q vê.
    Eu escrevo apenas.
    Tem que ter por que?

    Paulo Leminski

    Bjussssssssss........

    *Mari*

    ResponderExcluir
  5. MARAVILHOSO O LEMINSKI, MARI, ADOREI O POEMA. ELE TAMBÉM FAZ SUAS INDAGAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE ESCREVER. OLHA ESTE OUTRO POEMA QUE FIZ HÁ UNS DOIS ANOS:

    Escrever poemas, para quê?
    Por que os dedos buscaram a pena
    quando os olhos aprenderam a ver?
    Por que minha alma é espelho,
    e o silêncio mil vozes me estremece,
    por quê? (F. Campanella)

    ResponderExcluir
  6. Ai q amorrrrrrrrrrrrr..........

    Isso é amor querido...
    Qdo seus olhos aprenderam a ver,
    seus dedos ñ resistiram e quiseram escrever.
    Simples assim...

    Bacio!

    *Mari*

    ResponderExcluir
  7. Fernando,

    essa ânsia de criação é pura luz...

    Beijos!

    ResponderExcluir