quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

EFEMÉRIDES ( JANEIRO )


Foto by Fernando Campanella

Janeiro curva palmeiras aos elementos,
chegam as araras e disputam os cocos,
corta implacável a traça do tempo -

eu no mundo vivo de amores,
dançam as palmas
ao assédio dos ventos.

Fernando Campanella, 2007

Obs. ouçam a música no alto, à direita, 'Música de fundo', pressionem com o mouse.

6 comentários:

  1. Linnnnnnnnnndo... poeta!

    Você tem um delicioso magote de poemas de 2007.
    Esse ano deve ter sido muito inspirador...
    Bju grde!

    *.*

    ResponderExcluir
  2. As palmeiras e os amores são fundamentais...

    Adorei a música!

    Bjs.

    =)

    ResponderExcluir
  3. As palmeiras, na minha cabeça peninsular, levam-me sempre para além do mar. Não poderias ter símbolo melhor. adorei mais este poema.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Sem saber o que dizer, improvisei isto para você:

    O vento de janeiro nas palmeiras,
    os gritos das araras cortam o ar
    e colorem o tempo do milagre.

    A minha vida tem árvores,
    a minha vida tem pássaros,
    eu voo e canto a minha vida.

    As palmas ao vento aplaudem,
    os gritos das araras aplaudem
    o milagre verde da vida.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir