terça-feira, 9 de junho de 2009

CEIFA


Foto by Fernando Campanella


Um jardineiro vem de meu jardim
certas pragas arrancar
porém de uma se esquece
e esta ,sorrateira,
vinga o descuido em flor -
cinco mínimas pétalas
em cor
que a meu coração de abelha
vêm sedutoras tentar.

Obrigado, jardineiro,
sem pudores te confesso:
nestes pistilos me deito,
me esfrego nesta flor mais rara
das tantas que já vivi a namorar.

Fernando Campanella

6 comentários:

  1. Linda!!! Brinca com as palavras e fez linda poesia...Se todas são ceifadas, a esquecida é rara!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Linda mesmo essa brincadeira lúdica...

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosa, casamento perfeito imagem x escrito...

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, Sonia. Sim , a flor mais rara é a que perdura em nossa alma. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Uma brincadeira poética. Alguém já disse que às vezes pareço estar brincando com as palavras, fico feliz com isso pois as crianças trazem a sabedoria da vida quando são leves, e brincam. Grande abraço, minha amiga, obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, Antonio, gosto muito dessa foto também. E fico feliz por ela ilustrar o poema tão bem como vc diz. Grande abraço e obrigado pela visita.

    ResponderExcluir